Arquivo mensal: janeiro 2013

Salmão grelhado com ervas

Filé de salmão grelhado. Foto: Divulgação

 

Abusou da comida no fim-de-semana? Que tal começar esta segunda-feira com uma alimentação leve e saudável? Salmão grelhado com ervas e uma saladinha pra acompanhar são ótimas opções. O salmão é um peixe rico em proteínas de alto valor nutritivo, superior ao das carnes vermelhas. Além disso, as proteínas dos peixes são de alta digestibilidade. Possui ômega-3, que ajuda na redução do colesterol e no combate aos triglicerídeos. A origem do salmão nos remete ao Atlântico Norte – Escócia, Dinamarca e Noruega –, mas hoje já seja possível encontrar produções importantes muito mais perto, no vizinho Chile. A produção em cativeiro pulverizou e tornou acessível o consumo do salmão no Brasil. Até meados dos anos 80 o consumo no país era para poucos.

A marca Salmón de Chile, iniciativa fruto da parceria entre ProChile e a indústria de salmão chileno, indica uma excelente receita, que promete ser saudável e saborosa: o Salmão Grelhado com Ervas, que serve até seis pessoas. Fica delicioso se acompanhado de legumes na manteiga e arroz branco ou apenas com uma saladinha verde. Limão espremido sobre o salmão grelhado também é uma ótima combinação. Confira a receita.

Ingredientes:
½ kg de salmão em filés
1 colher de chá de alho picadinho
1 colher de chá de salsa
1 colher de chá de endro
2 colheres de chá de tomilho
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de vinagre de vinho
½ colher de chá de sal
¼ de colher de chá de pimenta-do-reino moída na hora

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes e espalhe-os pelos dois lados do salmão. Leve o salmão ao refrigerador por uma hora para que se incorporem todos os sabores. Esquente o grill ou uma frigideira, aplique spray de manteiga (ou pincele manteiga na frigideira) e grelhe o salmão. Fique de olho na lateral do peixe enquanto grelha, quando a metade da carne começar a mudar de cor é hora de virar com a ajuda de uma espátula. Quando estiver bem grelhadinho dos dois lados, sirva em seguida.

Anúncios

Docinho de leite em pó!

Docinho de leite em pó. Foto: Tammy de Andrade

Férias escolares é sinônimo de crianças em casa, certo? Quando todas as atividades fora de casa já foram esgotadas o negócio é colocar a criançada na cozinha! Se existe um docinho de festa que é muito simples, fácil de fazer e que possui um sabor delicioso é este aqui: docinho de leite em pó. É só misturar os ingredientes e pronto!

As crianças vão adorar fazer e, claro, comer. O leite em pó junto com o leite de coco favorecem um sabor delicado e não muito doce, muito menos enjoativo. Mas ele fica ainda mais gostoso se recheado com uva passa branca hidratada com um pouco de conhaque (dica para os adultos, claro).

O doce rende bastante e não há necessidade de cobri-lo com confeitos. Na hora de decorar, coloque os docinhos em forminhas de brigadeiro, preferencialmente aquelas forminhas com plástico (para não grudar). Vale a pena experimentar!

Ingredientes. Foto: Tammy de Andrade

Ingredientes:
400 gramas de leite em pó
350 gramas de açúcar
120 ml de leite de coco
2 colheres de sopa de achocolatado em pó
2 colheres de sopa de margarina
Uva passa branca a gosto
Conhaque a gosto

 

 

 

Peneire todos os ingredientes secos. Foto: Tammy de Andrade

Modo de preparo:
Peneire todos os ingredientes secos num refratário. Misture bem, de preferência com a ajuda de fouet. Adicione o leite de coco e a margarina. Misture bem, se necessário misture com as mãos. Cubra com filme plástico e reserve por algumas horas (fora da geladeira, senão resseca). Se ainda estiver muito mole para fazer as bolinhas, deixe reservado (fora da geladeira) de um dia para o outro.

 

Finalize o docinho de leite em pó em forminhas de brigadeiro. Foto: Tammy de Andrade

Faça bolinhas com as mãos e coloque em forminhas de papel manteiga ou forminhas de brigadeiro com plástico decorativo para que não grude no papel. Não há necessidade de cobrir com confeitos.

Se quiser dar uma incrementada no docinho, faça o seguinte: deixe as uvas passas brancas de molho no conhaque de um dia para o outro para hidratá-las. Coloque uma uva passa branca no meio de cada docinho e faça as bolinhas. Fica sensacional!

Torta de maçã invertida

Um clássico da confeitaria francesa, a deliciosa torta de maçã invertida. Foto: Tammy de Andrade

 

Esta receita de torta de maçã invertida é conhecida na confeitaria clássica como Tarte Tatin (lê-se tarte tatan). Segundo a história da gastronomia, essa famosa receita surgiu de um erro de uma das irmãs Tatin que deixou a torta muito tempo no forno e para tentar “salvá-la” e esconder a massa levemente queimada, virou a sobremesa de cabeça pra baixo numa travessa. As maçãs carameladas que ficaram aparentes fizeram o maior sucesso entre os convidados. A sobremesa acompanha muito bem sorvete de creme. Se quiser, pode substituir as maçãs por pêras ou pêssegos também. Confira abaixo o passo-a-passo desta receita que além de deliciosa e linda é muito fácil de fazer.

Ingredientes recheio/cobertura. Foto: Tammy de Andrade

Ingredientes recheio/cobertura:
12 maçãs sem casca e sem sementes cortadas ao meio
200 gramas de manteiga
250 gramas de açúcar
2 colheres de sopa de essência de baunilha

 

 

 

 

Ingredientes da massa. Foto: Tammy de Andrade

 

Ingredientes massa:
125 gramas de farinha de trigo
60 gramas de açúcar
60 gramas de manteiga sem sal (*en pommade)
1 ovo pequeno
1 pitada de sal
Farinha de trigo para polvilhar

 

 

 

 

 

 

Comece pela manteiga. Foto: Tammy de Andrade

Modo de preparo do recheio/cobertura:
Espalhe no fundo de uma assadeira redonda (ou numa frigideira funda e que possa ir ao forno) a manteiga. Misture a essência de baunilha ao açúcar e adicione sobre a manteiga. Em seguida, encaixe uma metade de maçã  atrás da outra, elas devem ficar bem juntinhas.

 

 

 

 

 

Cozinhe as maçãs. Foto: Tammy de Andrade

Leve ao fogo médio para cozinhar por aproximadamente 30 ou 40 minutos, ou até formar um leve caramelo (não precisa engrossar muito). Reserve até amornar um pouco.

 

 

 

 

 

 

Momentos antes de inverter a torta. Foto: Tammy de Andrade

Modo de preparo da massa:
Peneire num recipiente a farinha, o açúcar e uma pitada de sal. Acrescente a manteiga e o ovo e amasse com a ponta dos dedos até formar uma massa. Cubra com filme plástico e deixe descansar na geladeira por no mínimo 30 minutos. Abra a massa numa superfície polvilhada com farinha e cubra toda a assadeira. Deixe as bordas da massa na parte interna na assadeira. Fure a massa com um garfo. Leve ao forno préaquecido por aproximadamente 15 minutos ou até a massa ficar dourado escuro (bem assado). Ainda quente, passe uma faca ao redor da assadeira para soltar a massa e vire num prato de bolo ou numa travessa funda.

 

Sirva ainda quente ou morno com sorvete de creme e decore com calda de chocolate. Foto: Tammy de Andrade

 

 

 

Bacalhau do Dom Afonso

 

Uma suculenta posta de bacalhau dourada no azeite com brócolis, batata sauté, azeitonas pretas e arroz de tomate. Foto: Marcio Schimming

 

Dom Afonso é o nome daquele que foi proclamado o primeiro Rei de Portugal, em 1.139. O Rei foi homenageado pelo chef Deassis Lira nesse prato que inclui uma suculenta posta de bacalhau dourada no azeite com brócolis, batata sauté, azeitonas pretas e arroz de tomate. É também o nome do restaurante, instalado em Sorocaba (SP), que leva a gastronomia portuguesa contemporânea ao interior paulista com pratos clássicos servidos num ambiente bastante sofisticado.

Com mais de 10 anos de experiência em gabaritados restaurantes da capital paulista, o chef iniciou sua carreira trabalhando com gastronomia francesa no restaurante do Hotel Emiliano, mas acabou se enveredando e se especializando em cozinha portuguesa no restaurante A Bela Sintra. Foi lá que aprendeu muitas dicas importantes sobre a gastronomia lusitana que o acompanham até hoje. Migrou posteriormente para o famoso Antiquarius, que fechou as portas há alguns meses e passa por uma fase de disputa familiar na justiça. “Nessa profissão todo mundo recebe muita informação e dicas importantes de chefs experientes mas para se tornar um bom profissional é preciso empenho e iniciativa própria”, comenta Deassis, que começou na cozinha lavando pratos.

O chef elaborou todo o cardápio do Dom Afonso e comanda no restaurante de Sorocaba uma equipe de oito profissionais. Segundo ele, o segredo para um bom bacalhau certamente está na maneira correta de dessalgá-lo. Saber harmonizar os acompanhamentos com o prato principal também são características importantes para que a refeição seja um sucesso. Nesta receita de Bacalhau do Dom Afonso, o prato mais vendido na casa, você confere um passo-a-passo detalhado deste bacalhau dourado no azeite acompanhado de brócolis cozido salteado no azeite com alho, batata sauté, azeitonas pretas e arroz de tomate.

Ingredientes. Foto: Marcio Schimming

Ingredientes:
300 gramas bacalhau dessalgado
3 dentes de alho picado
Brócolis cozido a gosto
1 batata média cozida cortada em cubos
1 tomate sem pele e sem semente picado em cubos
50 gramas de azeitonas pretas sem caroço
300 ml de azeite
1 cebola picada
100 gramas de arroz cozido
30 ml de molho de tomate

 

O azeite deve estar bem quente. Foto: Marcio Schimming

Modo de preparo:
O primeiro passo, segundo o chef, é fazer a dessalga do bacalhau com água e gelo por  7 dias. Trocando de água eventualmente e mantendo sempre o gelo e sob refrigeração. Depois desse processo concluído, adicione os 300 ml de azeite numa frigideira grande e funda em fogo alto até o azeite ficar bem quente. Deixe o bacalhau selar de um lado por alguns minutos até ficar bem dourado, vire de lado.

Regue o azeite quente sobre o bacalhau. Foto: Marcio Schimminh

Com uma concha jogue mais azeite quente da frigideira sobre o bacalhau. Depois que dourar dos dois lados, retire da frigideira e finalize no forno por 15 minutos a 280 graus envolto no alumínio. Esse processo vai garantir um cozimento uniforme e uma deliciosa suculência. Quando retirar o bacalhau da frigideira, adicione por um minuto, ou menos, as azeitonas pretas no azeite quente. Reserve.

Batata sauté. Foto: Marcio Schimming

 

Para a batata sauté, adicione azeite numa outra frigideira (o suficiente para cobrir o fundo) e quando tiver bem quente salteie as batatas previamente cozidas com uma pitada de sal e salsinha a gosto. Reserve.

 

 

 

Brócolis com alho. Foto: Marcio Schimming

Para o brócolis, numa outra frigideira adicione azeite (o suficiente para cobrir o fundo da frigideira), quando estiver bem quente frite a cebola e o alho picados até dourar. Finalize adicionando o brócolis previamente cozido. Mexa bem e reserve.

Doure primeiro o alho e a cebola. Foto: Marcio Schimming

 

 

 

Para fazer o arroz de tomate, também numa outra frigideira adicione azeite e frite a cebola e o alho picados até ficar levemente dourado, depois acrescente os tomates.

 

 

 

 

Finalize com um pouco de molho de tomate. Foto: Marcio Schimming

Adicione o arroz cozido e misture bem. Finalize com o molho de tomate, apenas para dar uma cor levemente avermelhada ao arroz. Coloque o arroz numa forminha de pudim e monte no prato.

 

 

 

 

Voilà! A obra e seu criador, Deassis Lira, chef de cozinha do restaurante Dom Afonso . Foto: Marcio Schimming

 

Reportagem: Tammy de Andrade/Bem feitinho

 

 

 

Pernil assado com ervas

Pernil de porco assado com ervas. Foto: © Bischof, Harry/the food passionates/Corbis

 

Esta receita de pernil de porco assado com ervas é muito fácil de fazer e o resultado final é delicioso. Para que a carne consiga absorver todo o sabor dos temperos é preciso deixar marinar durante dois dias antes de assar. E quando a carne está no forno exala um perfume marcante que dá água na boca. Fica delicioso acompanhado de arroz branco e uma saladinha. Confira a receita:

Ingredientes:
3 kg de pernil sem osso
Sal a gosto
6 ramos grandes de alecrim
Tomilho a gosto
4 dentes de alho picados
2 limões espremidos
3 colheres de sopa de mostarda
2 colheres de sopa de mel
1 colher de sopa de farinha de trigo

Modo de preparo:
Adicione num saco plástico resistente e limpo a peça de pernil de porco sem osso e os demais temperos. Dê um nó no saco e misture bem. Reserve-o na geladeira e deixe marinar por dois dias, virando de posição e mexendo eventualmente. Coloque a peça de pernil numa assadeira coberta com papel alumínio e asse no forno por duas horas a 200 graus. Retire o papel alumínio e asse por mais uma hora ou até a carne ficar bem douradinha.

Aproveite o caldo da assadeira para fazer o molho. Dilua bem o molho com uma colher de sopa de farinha de trigo e leve ao fogo até ficar levemente cremoso. Corte o pernil em fatias e regue o molho sobre a carne na hora de servir. Decore com ramos de alecrim frescos e manjericão.

 

Maçãs assadas com queijo gorgonzola e mel

Maçãs ao forno com queijo gorgonzola e mel. Foto: Ricardo Mallaco

 

Essa mesa, preparada pela chef Dailde, responsável pelo restaurante Tamboril, do Instituto Inhotim, de Brumadinho (MG), é a reprodução de um brunch que foi servido no primeiro dia de 2013, num cardápio sofisticado que combinou com a extravagante paisagem e com a renomada coleção de arte do Instituto. A chef compartilhou o preparo de uma das delícias servidas naquela manhã: maçãs assadas com recheio de queijo gorgonzola e regadas com mel. A receita é bem prática, saborosa e faz bastante sucesso no restaurante. Confira:

Ingredientes:
Maçãs
Queijo gorgonzola
Mel

Modo de preparo:
Corte a maçã ao meio, retire as sementes, recheie com queijo gorgonzola. Regue com mel e leve ao formo pré-aquecido por 30 minutos.

Panna cotta de Nutella

Panna cotta de Nutella, uma das trinta receitas publicadas no livro. Foto: Divulgação

 

Feliz ano doce! As 30 melhores receitas com Nutella, publicação da Editora Senac São Paulo em parceria com a Cook Lovers, acaba de chegar às prateleiras das livrarias do Brasil. Com receitas de fácil preparo que encantam os olhos de qualquer um, o livro tem uma bela apresentação e é uma boa dica de presente. São diversas receitas baseadas no tão conhecido creme de avelã que vão desde cheesecake, rocambole, creme bruleé, macaron, bolo de Natal, etc. Confira abaixo uma das 30 receitas publicadas no livro, uma linda e deliciosa panna cotta.

Ingredientes:
2 folhas de gelatina
400 ml de creme de leite fresco
160 gramas de Nutella

Modo de preparo:
Amoleça as gelatinas em uma tigela com água fria. Reserve. Numa panela, ferva o creme de leite fresco. Adicione a Nutella e mexa com uma espátula até obter um creme totalmente homogêneo. Escorra a gelatina e, fora do fogo, incorpore-a ao creme de Nutella. Misture bem. Reparta a panna cotta em tigelinhas de vidro. Deixe esfriar e em seguida coloque-as na geladeira por no mínimo três horas. Rende quatro porções.

Dica:
Se quiser, substitua a gelatina por ágar-ágar. Nesse caso, utilize 2 gramas de ágar-ágar para 400 ml de creme de leite fresco.