Arquivo mensal: maio 2013

Chocolate quente cremoso

Chocolate quente cremoso, uma ótima pedida para este friozinho. Foto: © P.Kettenhofen/photocuisine/Corbis

Chocolate quente cremoso, uma ótima pedida para este friozinho. Essa receita por si só já fica deliciosa, mas você pode incrementar com conhaque, chantilly, canela ou raspas de chocolate! Confira.

Ingredientes:

500 ml de leite
2 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de cacau em pó
2 colheres de achocolatado em pó
1 colher de chá de essência de baunilha
2 colheres de sopa de conhaque
1 colher de sopa (cheia) de amido de milho
Chantilly a gosto
Canela em pó a gosto

Modo de preparo:
Reserve 50 ml de leite. Leve ao fogo os 450 ml de leite com o açúcar, cacau em pó, achocolatado e a essência de baunilha. Misture bem, preferencialmente com a ajuda de um fouet. À parte, dilua num copo o amido de milho com os 50 ml de leite.

Quando o chocolate estiver bem quente adicione aos poucos o amido devidamente diluido e continue mexendo sem parar, até o leite engrossar. Retire do fogo quando o chocolate quente atingir a cremosidade desejada e adicione o conhaque por fim. Mexa mais um pouco e sirva imediatamente nas xícaras ou canecas.

Dica:
Se quiser incrementar ainda mais o seu chocolate quente, coloque dentro de cada xícara 1 pedaço de chocolate meio-amargo. Além disso, fica a critério de cada um, na hora de servir, cobrir a xícara com chantilly e polvilhar de leve a canela em pó para decorar. Pois o chocolate quente por si só já é uma delícia. A receita serve duas pessoas.

Sagu ao vinho Cabernet Sauvignon com Creme Inglês

Sagu ao vinho acompanhado de um creme a base de leite, baunilha e gemas. Foto: Tammy de Andrade

 

Nada é mais nostálgico do que degustar doces que nos remetem à infância. O sagu, por exemplo, fez parte da infância de muita gente na merenda da escola, na casa da vó ou como sobremesa em casa. Para quem não sabe, o sagu brasileiro é feito de fécula de mandioca, um subproduto da moagem do tubérculo para a confecção de farinha. Dizem que o sagu passou a ser utilizado no Brasil a partir da vinda da Família Real. Mais um doce que teve influência da confeitaria portuguesa, foi adaptado à culinária brasileira e até hoje faz sucesso.

Nesta receita é cozida com vinho Cabernet Sauvignon e servido acompanhado de Creme Inglês. Esse creme pode ser considerado o creme-base da confeitaria clássica. Levemente cremoso é feito a base de leite, açúcar, gemas e baunilha. Muito usado para acompanhar sobremesas, e em conjunto com esse sagu fica uma delícia. Vale a pena provar essa combinação. Confira!

Ingredientes do Sagu:
2 xícaras de sagu
1 litro de água
4 xícaras de vinho Cabernet Sauvignon (ou outro vinho tinto de sua preferência)
2 xícaras de açúcar
1 canela em pau
2 cravos

Ingredientes do Creme Inglês:
1 litro de leite
1 colher de sopa de essência de baunilha
300 gramas de açúcar
9 gemas

Modo de preparo do Sagu:
Adicione os ingredientes na água fervente. Depois de acrescentar todos os ingredientes mantenha o fogo baixo por aproximadamente 40 minutos, mexendo sempre para não grudar no fundo da panela. Se a consistência ficar muito grossa adicione mais uma xícara de água ou de vinho (como preferir) e continue mexendo de vez em quando. Quando a maioria do sagu estiver transparente já está no ponto, caso contrário deixe no fogo por mais alguns minutos, mexendo sempre para não grudar no fundo da panela. Deixe esfriar e mantenha sempre fora da geladeira para não endurecer.

Modo de preparo do Creme Inglês:
Ferva o leite com a essência de baunilha. Enquanto isso bata as gemas com o açúcar até ficar homogêneo. Aos poucos despeje o leite fervido nessa mistura, mexendo sempre (de preferência com um fouet). Volte essa mistura à panela em fogo baixo, sem ferver, por mais alguns minutos, mexendo sempre, até ficar com uma consistência levemente cremosa. Desligue o fogo, passe o creme para uma tigela e coloque num banho-maria de gelo para esfriar. Mantenha sempre refrigerado.

Suco rejuvenescedor!

Couve, maracujá e limão, uma combinação que rende um suco rejuvenescedor delicioso. Foto: Tammy de Andrade

 

Muitos vegetais crus auxiliam na eliminação de toxinas e fornecem vitalidade, energia, vitaminas, sais minerais e fibras naturais. O benefício de ingerir frutas, legumes, sementes, raízes e hortaliças em forma de suco está no fato de que  líquidos são absorvidos mais rápida e intensamente pelo nosso organismo que em alimentos sólidos. A receita abaixo é de um suco com propriedades rejuvenescedoras: couve, maracujá e limão. Uma combinação antioxidante que previne envelhecimento, melhora a circulação sanguínea e é rico em fibras. Vale ressaltar que a couve é um vegetal rico em cálcio, fósforo e ferro, o melhor de tudo isso é que além de uma cor linda o sabor é delicioso.

De acordo com a nutricionista Daísa Pinhal, do Oba Hortifruti, quem não gosta de couve pode substituir por espinafre (embora o sabor seja diferente), que é uma ótima fonte de vitamina K, vitamina A, vitamina C, vitaminas do complexo B, magnésio, manganês, ferro e potássio. “O espinafre possui substancias antioxidantes que ajudam no combate contra os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce das células e ajuda também na prevenção contra o câncer”, comenta Daísa.

Ingredientes. Foto: Tammy de Andrade

Ingredientes:
2 folhas de couve
1 maracujá
1 limão
1 litro de água
5 colheres de sopa de açúcar

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador, coe numa peneira e pronto! Consuma o suco imediatamente, caso contrário ele oxida, comprometendo suas propriedades terapêuticas. Se preferir deixá-lo mais orgânico, substitua o açúcar por mel.

 

Pão de Cebola Salteada na Manteiga

No café da manhã ou no café da tarde esse Pão de Cebola Salteada é uma ótima pedida. Foto: Tammy de Andrade

 

O pão é o principal alimento de todos os povos desde a pré-história. Ao longo da história da humanidade se tornou cada vez mais presente nas mesas e até mesmo aparecendo nas orações. Hoje, inúmeras receitas e modos de preparo fazem parte de culturas e tradições alimentares de povos distintos. Novos ingredientes foram sendo adicionados ao pão melhorando seu sabor, novas fermentações criadas diversificando sua textura e o bom resultado é possível de ser notado quando o pão ainda está no forno, exalando seu inconfundível perfume. Esta receita de Pão de Cebola Salteada na manteiga é da chef  Maria Ângela Severino, professora de panificação da Universidade de Sorocaba (UNISO) e da Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP).

Ingredientes:
600 gramas de farinha de trigo
12 gramas de sal
75 gramas de açúcar
1 ovo
25 gramas de margarina
75 gramas de fermento biológico fresco
60 gramas de cebola picada salteada na manteiga ou no óleo de soja
15 gramas de leite em pó
250 ml de água
1 colher de sopa de orégano
2 dentes de alho picados

Modo de preparo:
Separe e pese os ingredientes. Comece salteando a cebola com o orégano na manteiga (pode ser no óleo de soja, se preferir) até suar ou ficar levemente dourado. Bata no liquidificador a cebola picada com a água e reserve. Misture primeiro a farinha, o sal e o leite em pó.  Adicione o ovo, a margarina, o alho picadinho e o fermento fresco dissolvido no açúcar.  Misture bem com as mãos ou bata na batedeira com a pá para massas pesadas. Junte a água batida com a cebola, aos poucos, até dar o ponto e sove com as mãos por aproximadamente 10 minutos numa bancada, devidamente higienizada, levemente enfarinhada.

A massa deve dobrar de tamanho. Foto: Tammy de Andrade

Deixe descansar por 45 minutos num recipiente coberto com filme plástico. Corte a massa em pedaços de 60 gramas (ou do tamanho desejado, desde que todos tenham o mesmo peso), faça o boleamento ou o formato desejado e acondicione em assadeiras untadas com margarina e levemente polvilhadas com farinha de trigo. Lembrando que os pães devem dobrar de tamanho, por isso deixe um espaço entre os pães. Um bom boleamento simplifica a modelagem do pão e auxilia na retenção de gases produzidos pelo fermento. Na hora de bolear o pão uma dica é deixar a emenda do pão sempre virada para baixo.

 

Comece assando em fogo baixo. Foto: Tammy de Andrade

Deixe descansar por mais 30 minutos. Em seguida asse em forno baixo por aproximadamente 20 minutos (não precisa pré-aquecê-lo). Após esse período aumente a temperatura até dourar os pães (cerca de 10 a 15 minutos, dependendo de cada forno, ou até ficar no ponto desejado). Alguns preferem o pão mais bronzeadinho, outros mais branquinho, vai do gosto do freguês! Com uma manteiguinha e uma fatia fina de mortadela fica sensacional!

 

 

Filé Mignon ao Molho de Café

Uma inusitada receita de Filé Mignon ao Molho de Café. Foto: Divulgação

 

Um receita no mínimo inusitada: Filé Mignon ao Molho de Café. A criação é do Octavio Café – Cafeteria e Restaurante, de São Paulo (SP), um local especializado no universo do café e na arte de servir essa bebida cada vez mais consumida no país. Além de menus de
café da manhã, comidinhas, almoço, happy hour e jantar há ainda uma loja com utensílios e cafés especiais da marca 100% brasileira. O local se tornou tradicional para encontros de negócios. E como o foco do Octavio é a cultura do café nada melhor do que a criação de um prato a base dessa ilustre matéria-prima. Um filé mignon selado no azeite acompanhado de molho funghi e finalizado com azeite de café. A receita é servida com batatas ao alho e alecrim e uma saladinha de pupunha desfiado com manjericão.

Ingredientes do Filé:
180 gramas de filé mignon
10 ml de azeite
Sal e pimenta do reino a gosto

Ingredientes do Molho:
20 ml de azeite
150 ml de molho rôti (compre em saquinho em supermercados)
100 ml de creme de leite fresco
30 ml de vinho do porto
15 ml de aceto balsâmico
30 gr de salsão
30 gr de cebola
10 gr de funghi porcini
Tomilho a gosto

Ingredientes para o azeite de café:
100 ml de óleo de milho
50 ml de azeite extra virgem
50 gramas de pó de café

Modo de preparo do Filé:
Tempere o filé com sal e pimenta do reino. Sele em uma frigideira pincelando o azeite e reserve.

Modo de preparo do Molho:
Demolhe (coloque de molho) o funghi seco em 15 ml de água morna durante aproximadamente 3 minutos ou até que fiquem macios. Reserve a água. Acrescente 20 ml de azeite e salteie o funghi com a cebola, o salsão e o tomilho na frigideira e deixe dourar bem. Flambe com vinho do porto. Adicione o aceto balsâmico, o molho rôti, a água do funghi e deixe ferver. Coe, adicione o creme de leite fresco e reduza pela metade.

Modo de preparo do azeite de café:
Coloque o azeite, o óleo e o pó de café em uma panela e aqueça por 30minutos em fogo baixo, sem ferver. Deixe descansar por um dia em temperatura ambiente. Coe em um coador de pano e reserve.

Montagem do prato:
Coloque o filé num prato juntamente com um pouco do molho preto, os funghis e finalize com o azeite de café. No Octávio a receita é acompanhada de batatas ao alho e alecrim e saladinha de pupunha com manjericão.

Dicas:
É muito importante não deixar que o azeite ferva durante esse processo.

Hambúrguer Rock´n´Roll

Hambúrguer, sorvetes e milk-shakes, deliciosas receitas clássicas e contemporâneas num livro de dar água na boca. Foto: Divulgação

 

Hambúrguer, sorvetes e milk-shakes, uma combinação que é sucesso garantido. A Editora Melhoramentos deixou de lado a preocupação com calorias e gorduras para lançar o primeiro box da coleção Rock ’n’ Roll. Organizado em dois títulos, Hambúrguer e Sorvetes & Milk-shakes, cada um com 80 páginas, o box é um cardápio repleto de tentações gastronômicas de diversos países e culturas, que combinam inovação, receitas caprichadas e muito sabor. A textura ideal da carne, os temperos mais adequados, a quantidade exata de gordura, além de outras dicas bacanas por meio de um  passo-a-passo detalhado.

Os milk-shakes, gelatos e frisantes receberam a mesma atenção e variedade. O livro traz ideias de sorvetes, sorbets e outras delícias refrescantes para servir no lanche ou na sobremesa. Confira abaixo a receita de um delicioso e suculento hambúrguer tradicional com cebola, alho e mostarda e um sorbet de manga.

Hambúrguer tradicional
Ingredientes:
450 gramas de alcatra ou coxão mole moído na hora
1 cebola ralada
2 a 4 dentes de alho espremidos
2 colheres de chá de mostarda
Pimenta-do-reino a gosto
2 colheres de sopa de óleo de girassol

Hambúrguer tradicional com cebola caramelizada, alho e mostarda. Foto: Divulgação

Modo de preparo:
Coloque a carne moída numa tigela grande, distribua sobre ela a cebola, o alho, a mostarda e a pimenta-do-reino e misture delicadamente com as mãos. Modele 4 a 6 hambúrgueres de tamanho igual, cubra-os e coloque na geladeira.

Para grelhar os hambúrgueres na frigideira, chapa do grill ou da churrasqueira, certifique-se de que estejam firmes e pincele-os bem com o óleo. Grelhe por 5 minutos de cada lado, ou a gosto. Assegure-se de que esteja bem quente antes de colocar os hambúrgueres. Isso evita que grudem e os grelhará melhor. Para servir, abra os pãezinhos e toste-os levemente. Coloque os hambúrgueres nos pães, cubra com a cebola e sirva imediatamente, acompanhados de batata frita.

Cebola frita:
2 colheres de sopa de azeite de oliva
450 gramas de cebola bem picada
2 colheres de chá de açúcar mascavo
Pães de hambúrguer
Batatas fritas

Modo de preparo cebola frita:
Aqueça o azeite numa frigideira. Adicione a cebola e refogue em fogo baixo até ficar macia. Junte o açúcar e cozinhe por mais 8 minutos, mexendo de vez em quando ou até a cebola caramelizar. Escorra sobre papel-toalha. Mantenha aquecida.

Sorbet de manga
Ingredientes:

2 mangas maduras grandes, mais algumas fatias para a decoração
Suco de 1 limão
Uma pitada de sal
½ xícara de chá de açúcar cristal
3 colheres de sopa de água

A leveza do sorbet de manga. Foto: Divulgação

Modo de preparo:
Descasque as mangas e pique a polpa, recolhendo o suco que escorrer. Coloque a polpa e o suco da manga no processador de alimentos ou no liquidificador. Adicione o suco de limão, o sal e bata até ficar cremoso. Passe o purê de manga por uma peneira.

Coloque o açúcar e a água numa panela grossa e leve ao fogo mexendo até dissolver o açúcar. Depois deixe ferver por mais 10 minutos sem mexer e sem deixar escurecer, até obter uma calda. Retire do fogo e deixe esfriar um pouco. Adicione o purê de manga à calda e leve à geladeira por duas horas.

Se for usar a sorveteira elétrica, bata a mistura de acordo com as instruções do fabricante. Se preferir, congele num recipiente próprio para congelamento, aberto, por 3 a 4 horas ou até ficar com a consistência de um mingau. Transfira a mistura para uma tigela e bata com um garfo até ficar macia. Recoloque no recipiente e congele por mais 3 a 4 horas ou até ficar firme.

Para guardar, feche o recipiente com a própria tampa. Retire o sorbet do freezer e coloque na geladeira por 15 a 20 minutos antes de usar. Sirva decorado com fatias de manga.