Arquivo da categoria: Sobremesas

Macarons de Pistache!

A delicadeza do macaron, receita clássica da confeitaria francesa que é inesquecível. Foto: Tammy de Andrade

Quem disse que em forno doméstico não dá pra fazer macarons? A prova de que é possível fazer em casa está nesta receita do chef confeiteiro Gabriel Gaioto, de Sorocaba (SP). Especializado em confeitaria o jovem chef nasceu pra fazer arte! Especialmente arte em forma de chocolates, bolos, doces finos, sofisticados e, melhor, deliciosos. Ele atua desde os 13 anos em padaria, começou lavando louça, passou por diversas empresas importantes do segmento, como Harald, Nestlé e Ofner. O talento é indiscutível, mas também está no sangue. Seu pai, Roberto Bento de Melo, tem mais de 20 anos de experiência em confeitaria, e foi graças a ele que Gabriel ingressou e pegou gosto pela profissão.

Gaioto gentilmente nos cedeu uma das receitas mais tradicionais da confeitaria clássica francesa: o macaron. Um doce a base de farinha de amêndoas que possui uma textura leve, lembra vagamente a de um suspiro, mas com um sabor espetacular. E com um recheio generoso de ganache cremosa. O chef compartilhou, especialmente para o Bem feitinho, uma receita de macaron de pistache. Faltam palavras pra descrever o quanto é incrível o sabor, só testando em casa e degustando essa receita. Confira!

Utensílios. Foto: Tammy de Andrade

Utensílios necessários:
1 tapete de silicone ou folha de papel manteiga
2 sacos de confeitar
1 bico  de confeitar grande

Ingredientes. Foto: Tammy de Andrade

Ingredientes do recheio:
200 gramas chocolate branco
150 ml de creme de leite
60 gramas pasta de pistache

Ingredientes. Foto: Tammy de Andrade

Ingredientes da massa:
100 gramas de clara
150 gramas açúcar refinado
125 gramas açúcar de confeiteiro
125 gramas farinha de amêndoas
Corante em gel verde (ou a cor de sua preferência)

Comece com o recheio. Foto: Tammy de Andrade

Modo de preparo do recheio:
Comece com o recheio. Derreta no microondas o chocolate branco por aproximadamente 2 minutos, mexa bem enquanto o chocolate está quente. Adicione o creme de leite e mexa bem sem parar, até obter um creme homogêneo. Acrescente a pasta de pistache, mexa mais um pouco e reserve. Essa pasta você encontra em casas especializadas em produtos de confeitaria.

Primeira etapa da massa. Foto: Tammy de Andrade

Modo de preparo da massa:
Aqueça as claras e o açúcar refinado por aproximadamente 2 minutos no fogo mexendo sem parar até dissolver os ingredientes.

Textura de merengue. Foto: Tammy de Andrade

Depois, adicione esse líquido quente na batedeira e bata em velocidade alta até virar um merengue. Quando estiver na consistência firme adicione 14 gotas de corante em gel comestível e bata mais um pouco. Esse tipo de material é vendido em casas especializadas.

Finalizando a massa. Foto: Tammy de Andrade

Retire da batedeira e adicione a farinha de amêndoa e o açúcar de confeiteiro. Misture com uma espátula ou um pão duro até ficar bem homogêneo.

Moldando. Foto: Tammy de Andrade

Adicione a massa num saca puxa e faca bolinhas de tamanhos iguais, como na foto, deixando espaço entre eles. Quando completar a assadeira deixe os macarons descansando por aproximadamente 10 minutos antes de levá-los ao forno.

Espere esfriar antes de desenformar. Foto: Tammy de Andrade

Após o descanso, asse em forno preaquecido a 120 graus de 12 a 15 minutos. O tempo varia de acordo com cada forno. Quando retirar é muito importante esperar esfriar totalmente antes de tirar do papel manteiga ou do tapete de silicone. Utilize uma espátula ou uma faca.

Hora de rechear. Foto: Tammy de Andrade

Acomode os macarons sobre uma toalha limpa e verifique os seus devidos pares antes de começar a rechear. Essa receita rende aproximadamente 30 macarons de aproximadamente 20 gramas cada um. Se desejar utilizar outros corantes comestíveis em gel use a criatividade. Agora que você já sabe como fazer essa sofisticada e deliciosa receita é hora de arrasar!

Gabriel Gaioto e sua deliciosa receita de macarons com recheio de ganache de pistache. Foto: Tammy de Andrade

Semana Mesa SP

Renomados chefs nacionais e internacionais discutirão as transformações da gastronomia ao longo do tempo.

Entre 4 e 8 de novembro, a cidade de São Paulo é palco de um dos mais importantes eventos de enogastronomia da América Latina: a Semana Mesa SP. O evento vai contar com renomados chefs nacionais e internacionais que apresentarão tendências e técnicas do mundo da gastronomia. Entre os principais nomes confirmados estão os dinamarqueses Anita Clemmensen, Christian Puglisi, Trine Hahnemann, o sueco Magnus Nilsson, o italiano Massimo Bottura, o inglês Miles Irving, e os brasileiros Alex Atala, Jefferson Rueda e Roberta Sudbrack.

Mais de 60 atividades, entre palestras, workshops, mesas-redondas, jantares e degustações que giram em torno do tema “Raízes – de onde viemos e para onde vamos” são aguardadas. As principais novidades estão distribuídas em quatro categorias: Mesa ao Vivo, Mesa Tendências, Mesa na Cidade e Mesa no Cinema.

O Mesa ao Vivo, traz uma série de atividades simultâneas, como aulas abertas de gastronomia, degustações, exposições de produtos e performances de chefs em cozinhas especialmente montadas para a ocasião. O Mesa Tendências é um congresso gastronômico que traz os principais especialistas e nomes da área para discutir a evolução da gastronomia nos últimos anos. No Mesa na Cidade é possível participar de jantares exclusivos nos principais restaurantes de São Paulo. E, o Mesa no Cinema abre as atividades do evento com exibição de longas-metragens no CineSesc acompanhada por  serviços de petiscos e comidinhas assinadas por chefs, a partir de suas propostas de interpretação dos filmes selecionados.

As quatro ações formam a Semana Mesa SP que há 10 anos apresenta as novidades e tendências do segmento.  Uma realização da revista Prazeres da Mesa e do Senac São Paulo. O evento acontece no Centro Universitário Senac – Campus Santo Amaro, na capital paulista.

Para conferir a programação completa do evento e duas inúmeras atividades acesse o site www.semanamesasp.com.br

Bolo de Leites!

Um bolo macio com uma cobertura irresistível que combina com morangos frescos na decoração. Foto: Tammy de Andrade

 

É por causa dessa cobertura incrívelmente deliciosa que este bolo leva o nome de Bolo de Leites. Sim, no plural, porque na verdade são quatro tipos de leite utilizados na receita: leite de coco, leite condensado, creme de leite e leite integral. O bolo conta com uma massa muito delicada, sabor suave e textura macia. Para quebrar a doçura da cobertura vale incluir morangos frescos na decoração, ou até mesmo como recheio. É de dar água na boca! Uma receita perfeita para impressionar as visitas.

Ingredientes do bolo:
5 ovos
1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de açúcar
1 colher de sobremesa de fermento
1 pitada de sal

Modo de preparo do bolo:
Bata na batedeira as claras em neve e depois adicione aos poucos as gemas. Adicione os demais ingredientes (peneirados) e misture delicadamente com a ajuda de uma espátula. Despeje numa assadeira com buraco no meio, previamente untada e enfarinhada. Leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 25 minutos. Espere o bolo esfriar, desenforme e deixe e bolo reservado num refratário fundo.

Ingredientes da cobertura:
1 lata de leite condensado
1 caixinha de creme de leite
200 ml de leite de coco
100 ml de leite integral
1 colher de sopa de licor de cacau

Modo de preparo da cobertura:
Bata no liquidificador o leite condensado, o creme de leite e o leite de coco e reserve. Faça alguns furos na parte de cima do bolo com um garfo e despeje o leite integral com o licor de cacau sobre o bolo, para umedecê-lo. Após esse processo regue o bolo com metade da cobertura que foi batida no liquidificador. Leve a sobremesa para gelar por 1 hora. Na hora de servir, regue o restante da cobertura no bolo e decore com morangos frescos.

Outra possibilidade é cortar o bolo ao meio (horizontalmente), umedecê-lo no meio também e rechear com morangos picados e um pouco da cobertura no seu interior. Finalize com o restante da cobertuta e coco ralado.

Rendimento: 10 a 12 fatias

 

Sim, a palha é brasileira!

Uma combinação perfeita: a doçura e a simplicidade da palha harmonizam bem com o cafezinho! Foto: Tammy de Andrade

 

Nada é mais brasileiro do que o nosso brigadeiro (ou negrinho, como é chamado no Sul do país)! Misturado a biscoitos picados e depois polvilhados no açúcar ficam ainda mais perfeitos. E aí, não se sabe exatamente a verdadeira razão, a sobremesa foi nomeada Palha Italiana. Uma das explicações mais prováveis é a adaptação da receita de salame al cioccolato (salame de chocolate) conhecida em toda a Itália, com algumas variações de região para região do país.

A maioria das receitas conta com a presença de bolacha triturada, chocolate derretido e manteiga, mas em Piemonte, por exemplo, o salame de chocolate é feito apenas com chocolate gianduia, chocolate meio-amargo, amêndoas e avelãs. Impossível ficar ruim, não? Mas enfim, voltando à palha! Como o leite condensado e o brigadeiro são produtos típicos do Brasil, definitivamente, a palha é brasileira! Combina perfeitamente com o cafezinho. Confira a receita.

Ingredientes. Foto: Tammy de Andrade

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
5 colheres de sopa de chocolate em pó
1 colher de sopa de margarina
200 gramas de bolacha (tipo Maria ou maizena)
Açúcar refinado para polvilhar

 

 

 

Deixe endurecer na geladeira antes de cortar do tamanho desejado. Foto: Tammy de Andrade

Modo de preparo:
Comece fazendo um brigadeiro com o leite condensado, a margarina e o chocolate em pó. Deixe num ponto não muito endurecido. Adicione as bolachas quebradas grosseiramente nas mãos no brigadeiro ainda quente. Não deixe virar pó. Despeje numa assadeira grande forrada com papel manteiga. Leve para a geladeira por aproximadamente 4 horas. Corte do tamanho desejado e polvilhe no açúcar refinado peneirado.

Começa o São Paulo Restaurant Week!

Shintori, um dos 133 restaurantes participantes do São Paulo Restaurant Week 2013. Foto: Rafael Wainberg

 

De 2 a 9 de setembro, a capital paulista recebe a 13ª edição do São Paulo Restaurant Week, uma ótima oportunidade para os amantes da gastronomia. Pratos exclusivos de uma extensa lista de restaurantes da capital da gastronomia a preços convidativos. A partir do 2º semestre de 2013 foram criados temas para cada edição, estimulando a criatividade no desenvolvimento do menu, desta vez o tema é Flores e Frutas.

O mexicano Si Señor também está na lista. Foto: Elvis Fernandes

“Muitas vezes uma pessoa deixa de frequentar um bom restaurante com receio do valor final da conta. Durante o São Paulo Restaurant Week ela já sabe exatamente o que vai pagar: R$ 34,90 no almoço e R$ 47,90 no jantar, incluindo entrada, prato principal e sobremesa, e ainda aproveita para conhecer o cardápio e rever seus conceitos”, explica Fernando Reis, responsável pelo Restaurant Week no Brasil.

Prato principal do Weinstube. Foto: Elvis Fernandes

 

Essa mostra gastronômica foi criada em meados de 1990 em Nova York, o Restaurant Week chegou ao Brasil em 2007 e de lá para cá vem movendo multidões em torno desse festival gastronômico. Presente em mais de 20 cidades brasileiras, com a exigência de que o restaurante participante tenha menu e preço fechados para o jantar e almoço, já virou parte do calendário regional.

Mais informações sobre o menu completo dos restaurantes participantes acesse o site www.restaurantweek.com.br. Abaixo, a lista com o nome dos 133 restaurantes da 13ª edição do São Paulo Restaurant Week:

210 Diner

Empório Ravioli

Nico Pasta e Basta

348 Higienópolis

Família Mineira

North Grill

Abruzzi

Farabbud

O Gato que Ri

Agnello Grill

Felix Bistrot

O Templo da Carne

Ak Vila

Figo Gastronomia

Obá Restaurante

Al Maré

Fior D’Itália

Octavio Café & Bistrot

All Seasons

Florina Restaurante

Ogata Japanese Food

Allez, Allez!

Forneria do Santa

Oliva

Amazônia

Ghee Restaurante

Oscar Café

Amsterdam Bistro Cafe

Goshala

Othelo

Apriori Cucina

Hamburgueria Nacional

Park Plaza Restaurante

Arabia

HP Restaurant

Per Paolo – Pinheiros

Badaró Morumbi

Il Papavero

Per Paolo – Vila Mariana

Balila

Inside Grill Salad

Philippe Bistrô

Bistrô Faria Lima

It Restaurante

Piola Shopping Morumbi

Blú Bistro

Jiquitaia

PJ Clarkes

Botica

Kibo Sushi

Porteño Grill

Brado

Killa

Praça São Lourenço

Branche

Kony

Quattrino

Ça-va

L’Amitié

Ravioli Cucina Casalinga

Cabaña del Asado Butantã

La Forchetta

Restaurante Lilló

Cabaña del Asado Granja

La Marie

Robin des Bois

Café Journal

La Pasta & Formaggio – Eldorado

Ruella

Caluma

La Pasta Formaggio Brooklin Novo

Saj

Cantina La Grassa

La Pasta Gialla – Cidade Jardim

Santinho

Capcana

La Pasta Gialla – Parque Continental

Sassá Sushi

Capim Santo

La Pasta Gialla – Vila Mascote

Segovia

Carlini

La Pasta Gialla – Tamboré

Shintori

Chácara Santa Cecília

La Piadina Cucina Italiana

Siseñor Higienopolis

Chez Mis

La Table

Siseñor Itaim

Churrascos

La Terrina

Siseñor Moema

Club A São Paulo

La Ventana

Siseñor Pinheiros

Consulado da Bahia

Le Bou

Speranza

Contemporâneo Café

Le Repas

Tandoor

D Olivino Restaurante

Lellis Tratoria

Tantra – Granja Viana

De La Paix Bistrô

Limonn

Tantra Mongolian Grill

Dibaco

Mamaggiore

Tarsila

Dona Carmela

Mangiare

Tasca da esquina

Donostia

Manish

Tavares

Dressing

Manzua

Trebbiano

Ecco

Marakuthai

Verbena

Éclat Restaurante

Mexilhão

Veríssimo

Ecully

Mimo Restaurante

Via Castelli

Vinheria Percussi

Mondo di Vino

Vicolo Nostro

Weinstube

 

 

O autêntico Tiramissú italiano!

A tradicional receita italiana de Tiramissú do chef Lucas d´El Peloso. Foto: Paulo Cunha/Outra Visão

 

A Itália apresenta, tanto em termos geográficos como climáticos, grandes diferenças. E a agricultura é amplamente beneficiada, daí a existência de ótimos queijos de vaca produzidos no Norte do país e queijos de cabra produzidos na região Sul. E é o mascarpone, um queijo italiano fresco elaborado a partir do creme de leite e que possui uma consistência bem pastosa, que garante o sucesso desta sobremesa: o autêntico Tiramissú. A receita é do Lucas d´El Peloso, chef do restaurante Villa Roberti, de Belo Horizonte (MG).

Ingredientes:
500 gramas de queijo mascarpone
2 gemas
4 claras
80 gramas de açúcar refinado
100 ml de água
100 gramas de biscoito champanhe
30 gramas de café solúvel
Cacau em pó para polvilhar
Morango e hortelã para decorar

Modo de preparo:
Leve a água e o açúcar ao fogo e deixe ferver até que a mistura se transforme em uma calda com ponto de fio. Em seguida, na batedeira, bata por 4 minutos as 2 gemas com 3 colheres (sopa) da calda ainda quente. Acrescente o mascarpone e bata por mais 2 minutos. Retire da batedeira e reserve. Utilize novamente a batedeira para bater as 4 claras até que estejam em ponto de neve.

Com a batedeira ainda ligada, acrescente aos poucos sobre as claras em neve o restante da calda preparada. Em seguida, desligue a batedeira e envolva o mascarpone reservado sobre as claras, delicadamente, com o auxílio de um fouet (ou colher), até que a mistura fique homogênea. Prepare o café solúvel e umedeça os biscoitos nele.

Montagem:
Numa forma, de preferência com fundo removível, disponha no fundo uma camada de biscoitos champanhe molhados no café solúvel. Em seguida, coloque uma camada do creme preparado. Disponha mais uma camada de biscoitos molhados e finalize com outra camada de creme. Leve a receita para a geladeira por 5 horas e polvilhe cacau em pó na hora de servir.

Rio Gastronomia 2013

Peixe com farofa d'água, um dos cinco pratos que serão servidos a preços populares no Rio Gastronomia. Foto: Divulgação

 

A Cidade Maravilhosa se transforma na capital dos sabores com a terceira edição do Rio Gastronomia, evento que acontece do dia 15 ao dia 25 de agosto. Entre as atividades, o Roteiro Gastronômico, Caminhão Cozinha Show, Pelas Ruas do Brasil, Delícias de Histórias, Concurso Feijoada Nota 10, Cinema com Gosto e Merenda com os Chefs. O evento levará ao público diversas experiências gastronômicas. Serão eleitos os melhores restaurantes e chefs do Rio de Janeiro, o evento contará com oficinas infantis, aulas com grandes chefs, shows gratuitos e uma área de convivência com filiais de restaurantes e botecos premiados nas edições anteriores.

A novidade para este ano será a Feira dos Sabores que reunirá 15 produtores do interior do Estado. Eles irão expor seus produtos não apenas aos donos de restaurantes, mas também aos visitantes da feira. O objetivo é estabelecer um canal para que os empreendedores de diversas regiões possam apresentar os seus produtos a um público especializado ou aos amantes da gastronomia. A Feira dos Sabores conta com o apoio da Secretaria de Agricultura e Pecuária do Estado do Rio de Janeiro para a escolha dos produtores participantes.

A cozinha itinerante do Rio Gastronomia irá percorrer diversos pontos estratégicos da cidade e levará aos participantes aulas de culinária com as maiores referências da gastronomia. Para embarcar no caminhão da Cozinha Show, foram convidados os chefs Rolland Villard, Samantha Aquim, Roberta Ciasca, David Hertz, José Hugo Celidônio, Frederic Monnier, entre outros. A primeira aula acontecerá no dia 19 de agosto, na Praça XV, com participação de Thomas Troisgros, do restaurante Olympe. Ao todo serão ministradas mais de dez aulas no Rio.

Além disso, vale ressaltar que a partir do dia 21 de agosto os mais variados sabores das cinco regiões do país estarão disponíveis ao público, a preços acessíveis, no “Pelas Ruas do Brasil”. Com o tema “biomas brasileiros”, as barraquinhas serão montadas em pontos de grande circulação da cidade e servirão por cinco dias pratos como “Peixe com farofa d’água”, “Baião de dois”, “Mexidinho de Pupunha”, “Caribeu” e “Feijão Campeiros com Farinha Torrada”.

Para acompanhar a programação completa desse importante evento gastronômico acesse: www.riogastronomia.com